Mensagens

A mostrar mensagens de Dezembro, 2015

Toda a verdade

Imagem
Humphrey Bogart diz tudo, num filme curioso e esquecido sobre o mundo do jornalismo.
Deadline U.S.A. - Richard Brooks, 1952

O melhor que a gente tem

Imagem
Há um disparate recorrente em muitos textos que se escreveram sobre «Minha Mãe», o último filme de Nanni Moretti: algo como "com este filme, o cineasta chegou à maturidade". É uma ideia ridícula porque quem diz isso é porque não viu com atenção os filmes anteriores de Moretti (e não falo só do dramalhão «O Quarto do Filho»), e depois, porque não é só no drama que se atinge a maturidade (em «Querido Diário», filme que, de certa maneira, explora os dois géneros, já tinha profundidade e seriedade suficientes para afirmar a força do seu cinema). «Minha Mãe» pode ser um drama emocionante sobre a perda e a culpa, mas não é a primeira vez que Moretti lida com estas temáticas, e já falou de coisas bem mais preocupantes e tristes noutros filmes - e, repito, pode-se ser "maturo" com piadas e parvoíce. 
Posto isto, o que há mais a dizer sobre «Minha Mãe»? Ah, sim, é importante falar de outro aspecto: o técnico. Muitos são aqueles que defendem que Moretti está numa fase de &q…

Os últimos Lances de 2015

Aqui vão, de seguida, as últimas três emissões de Um Lance no Escuro em 2015. Na primeira, há uma conversa com um jovem com muito talento para fazer piadas (Manuel Cardoso). Na segunda, a 50.ª da História do Lance, fazemos um especial de bandas sonoras em homenagem ao genial Joe Hisaishi. E na terceira, conversamos com o actor Pedro Lacerda. Seguem os links.


UM LANCE NO ESCURO 40

UM LANCE NO ESCURO 41

UM LANCE NO ESCURO 42

E agora, só voltaremos em 2016, em Março ou Abril, com novos episódios (e quiçá, os últimos, definitivamente?). Entretanto, um novo programa está a ser feito, e irá estrear no início do próximo ano. Obrigado a todos os que têm apoiado este programa. Cinquenta e uma emissões que marcam uma das coisas que me dá mais gozo fazer. Até para o ano!

De cor e salteado

Imagem