quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Longe dos Homens (Loin des Hommes) [2014]


“Longe dos Homens” é um filme curioso, mas limitado, que sobressai graças à banda sonora e à maravilhosa interpretação de Viggo Mortensen.

Estamos na Argélia, no ano de 1954. Foi nessa altura que começou uma longa, violenta e dolorosa guerra que culminou, em inícios da década de 60, com a declaração da independência face à França, até então a potência colonial que detinha o poder. É no contexto dos primórdios desta guerra que o realizador David Oelhoffen decidiu localizar as personagens de Longe dos Homens, uma adaptação muito livre de um conto de Albert Camus. Um professor de uma escola primária que apoia crianças argelinas vê-se no meio de uma intensa perseguição mútua entre os dois povos, e acabará por abandonar o seu posto para ajudar um homem procurado pelas autoridades. Uma “aventura” que revelará a tristeza da vida humana em situações difíceis, como também a forma como o racismo e a lei do mais forte condicionam, de forma dura e irracional, a paz e a compreensão entre os homens.

A crítica integral pode ser lida na Máquina de Escrever.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Se chegaram até aqui e tiverem alguma mensagem, crítica, ou opinação a fazer em relação ao que acabaram de ler, façam o favor de o escrever aqui. A gerência agradece e responde (se não forem nenhum príncipe da Malásia que tem 10 milhões de dólares para me oferecer, claro).