sexta-feira, 3 de julho de 2015

Exterminador: Genisys (Terminator Genisys) [2015]


Ao contrário do que se poderia esperar, o quinto filme da saga Exterminador não se baseia apenas no espetáculo visual pirotécnico. E faz uma curiosa ressurreição da personagem mais famosa de Arnold Schwarzenegger. 

É um dos blockbusters mais estimados dos anos 80, e deu origem a uma sequela superior, no princípio da década seguinte. Ambos os filmes foram assinados por James Cameron, que ali introduziu uma série de ideias e inovações técnicas que revolucionaram o cinema de ação. O paradigma do divertimento hollywoodesco deixou, há muito, de passar pelos contornos destas obras, e por isso é que O Exterminador Implacável resistiu tão bem ao tempo: porque consegue ainda impressionar pelas imagens e narrativa tanto na história original como na seguinte, e porque não utiliza, ao contrário do que é habitual na atualidade (devido à preguiça dos grandes estúdios… e do público), os efeitos visuais como método primordial de cinema.

Leiam a crítica integral na Máquina de Escrever.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Se chegaram até aqui e tiverem alguma mensagem, crítica, ou opinação a fazer em relação ao que acabaram de ler, façam o favor de o escrever aqui. A gerência agradece e responde (se não forem nenhum príncipe da Malásia que tem 10 milhões de dólares para me oferecer, claro).