sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

O génio de Chaplin regressa ao grande ecrã


Uma gloriosa iniciativa para terminar em grande este ano cinematográfico: duas obras primas de Charles Chaplin, com o seu mítico vagabundo Charlot, estão de volta à sala escura. A exibição é exclusiva do Cinema Ideal, em Lisboa, e inclui O Garoto de Charlot e A Quimera do Ouro em cópias digitais restauradas. Para o início de 2015 está prometida mais uma dupla de reposições de Chaplin, e os filmes serão Tempos Modernos e O Grande Ditador

No Espalha-Factos, escrevi duas pequenas críticas que celebram a excelência dessa primeira dupla de filmes. A minha opinião pode ser lida aqui.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Se chegaram até aqui e tiverem alguma mensagem, crítica, ou opinação a fazer em relação ao que acabaram de ler, façam o favor de o escrever aqui. A gerência agradece e responde (se não forem nenhum príncipe da Malásia que tem 10 milhões de dólares para me oferecer, claro).