sexta-feira, 20 de junho de 2014

Tom na Quinta (Tom a la Ferme) [2013]


Xavier Dolan regressa com um filme onde mostra aquilo que vale, começando a ir mais além da imagem hipster que lhe é vulgarmente associada: Tom na Quinta é um thriller revelador da criatividade de um cineasta inovador. E chega esta semana a Portugal.

É um realizador em crescimento, e parece-nos que está, agora, a tentar demarcar-se um pouco do lado puramente hipster que o tornou um ídolo de uma nova geração de cinéfilos, impondo-se também como um sério autor de cinema que tem boas histórias para contar. Sim, continua a permitir-se incluir referências próprias – mas nada disso tenta sobrepôr-se, como estilo, a todo o conteúdo da obra, que prima pela inteligência da narrativa e da câmara, e pela aliciante e trepidante evolução das personagens e da psicologia de cada uma delas.

Tem interpretações grandiosas e impecáveis, e revela os segredos de uma pequena comunidade e de uma forma (ainda) preconceituosa de se olhar o mundo – segredos esses cujas consequências podem ser mais devastadoras e destruidoras que tudo aquilo que possamos imaginar.

Leiam a crítica integral no Espalha Factos.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Se chegaram até aqui e tiverem alguma mensagem, crítica, ou opinação a fazer em relação ao que acabaram de ler, façam o favor de o escrever aqui. A gerência agradece e responde (se não forem nenhum príncipe da Malásia que tem 10 milhões de dólares para me oferecer, claro).