Uma curta metragem: Cordas

«Cordas», é como se chama esta curta metragem de animação que saiu vencedora dos prémios Goya. Que apareçam críticas negativas a caracterizarem-na como simples, vulgar, lamechas, previsível... isso não interessa, não interessa nada. Não afecta a minha opinião: fiquei arrebatado com esta pequena história animada. É um filme de sensibilização para um preconceito e marginalização de uma minoria, e de esperança num mundo melhor. E é uma lindíssima animação. Que interessam os prémios, quando se pode atingir a alma como «Cordas» conseguiu fazer? Recomendo a todos: VEJAM. Dispensem dez minutos para ver isto, deixando os likes, as selfies, e as outras tretas todas de lado por esse bocadinho.

Comentários

  1. Muito bom :) Começo a pensar que somos melhores nas curtas do que nas longas. Certamente está aqui um tema para tese :P

    ResponderEliminar
  2. Confesso que fiquei uns minutos "imóvel", com os sons e as imagens (sentimentos, força de vontade, um querer tão forte para o outro...) a pairar na minha cabeça e acho que na minha alma!? É realmente uma lindíssima animação que está muito para além dos prémios, mas nos faz tremer os mais altos valores humanos! Maravilhoso:)

    ResponderEliminar
  3. Confesso que fiquei uns minutos "imóvel", com os sons e as imagens (sentimentos, força de vontade, um querer tão forte para o outro...) a pairar na minha cabeça e acho que na minha alma!? É realmente uma lindíssima animação que está muito para além dos prémios, mas nos faz tremer os mais altos valores humanos! Maravilhoso:)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Se chegaram até aqui e tiverem alguma mensagem, crítica, ou opinação a fazer em relação ao que acabaram de ler, façam o favor de o escrever aqui. A gerência agradece e responde (se não forem nenhum príncipe da Malásia que tem 10 milhões de dólares para me oferecer, claro).