Keep Going Marty!



A cada novo filme de Martin Scorsese que estreia, aumentam as más línguas que anseiam que o realizador peça a reforma e se ausente do mundo do Cinema. 

O problema é que muitas pessoas ainda veem os realizadores como se fossem uma personificação dos seus gostos pessoais. O trabalho deste Mestre é admirável. E ainda bem que não é consensual, mas desejar um destino tão triste a um homem que tanto ainda tem para dar é injusto. 

Mais: se o Manoel de Oliveira ainda por aí anda a realizar filmes (e ainda bem - e eu não sou o maior fã do realizador), porque é que o Marty não pode continuar a exprimir a sua criatividade no grande ecrã, e a ensinar-nos a importância da preservação do Cinema?

Comentários