sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Golpada Americana (American Hustle) [2013]


Some of this actually happened” é o que podemos ler nos primeiros momentos de Golpada Americana. O objetivo de David O. Russell não é elaborar uma recriação da realidade tal como ela aconteceu, mas adaptá-la para os moldes cinematográficos atuais, tendo em conta as influências cinematográficas que exerceram grande importância para o realizador. Talvez a presença tão abusiva de outras inspirações possa dar uma certa sensação ao espectador de que já viu um filme assim antes. Algo recorrente no Cinema contemporâneo, infelizmente. 

A mais percetível de todas as referências é o toque de Martin Scorsese que sentimos ao longo da narrativa, e que é notório tanto no uso de voz-off, como na forma de se filmar certos planos em câmara lenta, e em personagens como a de Christian Bale, uma espécie de ”imitação” dos papéis que Robert de Niro interpretou há 20 ou 30 anos (e curiosamente, de Niro entra também neste filme, interpretando uma pequeníssima mas interessante composição). 

Mas esta Golpada Americana não se fica apenas pelo mero exercício de cópia, e consegue “sobreviver” por mérito próprio. É um filme divertidíssimo, com uma história engraçada e dramaticamente interessante, apesar dos clichés que vemos nas suas personagens e em algumas situações. E há um toque inteligente nesta obra, quer no elenco, quer na realização e no argumento, que lhe dá um sabor especial e que faz com que não seja um filme totalmente banal.

Leiam a crítica integral no Espalha Factos.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Se chegaram até aqui e tiverem alguma mensagem, crítica, ou opinação a fazer em relação ao que acabaram de ler, façam o favor de o escrever aqui. A gerência agradece e responde (se não forem nenhum príncipe da Malásia que tem 10 milhões de dólares para me oferecer, claro).