Filmes em 60 segundos: Bob le Flambeur [1956]


O quarto filme de Jean-Pierre Melville é uma interessante experiência no heist-movie (antes do género ser denominado como tal), que iria influenciar obras posteriores (como a trilogia «Ocean’s»). Com várias influências americanas e reinvenções de géneros cinematográficos e narrativos, aqui conta-se a história de Bob, um jogador compulsivo e um assaltante “reformado”, que decide concretizar um assalto impossível a um casino. Tem algumas imprecisões e excessos que, com o tempo, deixaram de funcionar tão bem, mas a previsibilidade de parte das situações não retira o mérito ao maravilhoso elenco (encabeçado por Roger Duchesne) e à banda sonora inspirada do filme. Mostrando o lado do crime (e dos detalhados esquemas de preparação do fabuloso golpe) e o lado da polícia, o realizador filma uma narrativa com um certo pendor experimental, “noir” e audaciosa, que comprova algumas das marcas de estilo e de criatividade que se consolidariam noutros projetos posteriores de Melville. 

★ ★ ★

Comentários