Filosofia cinéfila


Hum... mas alguém ainda acha que os filmes que são considerados "os mais aguardados do Verão" (ou pelo menos, é o que os media nos querem fazer crer, com a publicidade que lhes fazem - veja-se a cobertura jornalística feita pela revista Empire a filmes em produção que se revelam, ao serem dados ao mundo, coisas completamente vazias e sem nada de novo para mostrar) têm alguma hipótese de serem originais ou inesquecíveis? Pelo amor de Deus... No máximo essas fitas vão preencher as programações de fim de semana das generalistas e estarem a dois ou três euros nos postos de gasolina. Ah, e render alguns milhões de dólares. E depois não se queixem da má qualidade dos filmes que o cinema mais próximo tem em exibição. Voltem aos clássicos e assim há menos razões para haver chatices.

Comentários

  1. Anónimo9/7/13 19:41

    Moras onde? Se fosse ao pé de Lisboa, sugeria que visses os cinemas do Paulo Branco , como o Monumental, King e Fonte Nova. Á exeção do último, os outros dois não estão enclausurados em centros comerciais, e passam filmes bastante interessantes (americanos e não americanos)

    Já agora, se tivesses oportunidade de fazer um filme, seria de que género? e seria acerca do quê?

    Ass: Bernardo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Bernardo, agradeço o comentário. São esses os cinemas que eu gosto de visitar! :)

      Respondi à tua pergunta há uns tempos, numa rubrica chamada «O Rui Responde». Entre alguns projetos que gostaria de realizar, pus uma adaptação de «O Som e a Fúria» de Faulkner e uma adaptação menos "eighties" e mais no espírito da obra, de «Crónica dos Bons Malandros».

      Eliminar
  2. Nunca pensaste fazer um filme com argumento não adaptado?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, mas de momento ainda não tive uma ideia boa o suficiente para isso! :)

      Eliminar
  3. Se por ventura conseguisses ganhar uma palma d'or ou um urso de ouro etc... Ponderavas sair do pais porque achavas que lá irias ter mais sucesso e visibilidade?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Talvez, dependendo da minha situação nessa altura.

      Eliminar
  4. Quais os teus realizadores portugueses (a partir do "cinema novo" dos anos 60 até à atualidade) favoritos?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não conheço totalmente todo o Cinema Português, mas admiro os trabalhos de Fernando Lopes, Lauro António, José Fonseca e Costa e José Nascimento. Aprecio algum João Botelho e algum Oliveira, mas não de uma forma tão "admirável". Ainda quero ver os filmes de Pedro Costa e Paulo Rocha...

      Eliminar

Enviar um comentário

Se chegaram até aqui e tiverem alguma mensagem, crítica, ou opinação a fazer em relação ao que acabaram de ler, façam o favor de o escrever aqui. A gerência agradece e responde (se não forem nenhum príncipe da Malásia que tem 10 milhões de dólares para me oferecer, claro).