quinta-feira, 4 de abril de 2013

Rui Responde n.º 19

O blog não tem apresentado grandes sinais de vida esta semana (falta de tempo + grande desperdício de horas de vida com um computador portador de uma lentidão descomunal + alguma preguiça da minha parte), mas não ficou esquecida mais uma edição do Rui Responde, sempre às quintas feiras. E já sabem: para enviarem questões a este caixa d'óculos, usem a caixa de comentários deste post ou então o mail ruialvesdesousa@hotmail.com.

Respondo agora a mais três perguntas do André Pereira (e isto ainda vai durar mais algum tempo).

55.ª pergunta
Associas nomes de pessoas a matrículas de carros? Se sim, qual é o nome do teu carro?

OK, para já "matrículas" e "nomes" de carros não são exatamente a mesma coisa. Aiaiai erros de português (que neste estaminé abundam em força, mas não vamos falar sobre isso). Mas analisando a tua extraordinária questão (ironia), apenas posso dizer isto: Conheces alguém que associe nomes de pessoas a matrículas de carros? Mas que é isto? "Ah e tal, eu conheço o Toni, associo-o à matrícula 93-51-TO"? É isto? Sendo assim, a resposta é não. Contudo, como a segunda pergunta desta pergunta não tem a ver com a primeira, vou respondê-la segundo o que percebi da mesma. O nome do meu carro seria a marca do mesmo. Estamos conversados? Nada de nomes fofinhos ou queriduchos a uma máquina. Tenho coisas menos mais interessantes para fazer, sinceramente!

56.ª pergunta
Qual é o teu maior medo?

Ter de responder a mais perguntas do André Pereira. Estou a brincar. Sinceramente, não sei. Talvez seja em relação ao futuro e às alterações à minha vida que posso provocar e que podem dar-lhe uma reviravolta que eu não quero. Sou obcecado com essas coisas temporais. E o medo de eclodir, algum dia, uma III Guerra Mundial. Mas esperemos que não. Vamos só deixar os americanos e a Coreia do Norte brincarem mais um bocadinho à Batalha Naval um contra o outro e depois perceberemos se é para nos preocuparmos a sério ou não com o que poderá vir...

57.ª pergunta
Se pudesses conhecer qualquer pessoa quem seria e o que lhe dirias?

Entre os vivos, tenho mais curiosidade em conhecer o Al Pacino e o Robert de Niro. Encontrar os dois num café e começarmos uma alegre e sentida cavaqueira (o que não se iria suceder na realidade, obviamente). Provavelmente não saberia o que lhes poderia dizer, mas se calhar perguntava-lhes "Hei, onde andam os grandes personagens que interpretaram nos anos 70, 80 e princípios de 90? Acabaram no século XXI?". Isto mais para o Bobby do que para o Al, mas enfim, coisas de cinéfilo.

O RR volta para a semana. 'Tá bom? Até lá, 'tá fechado. Com licença.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Se chegaram até aqui e tiverem alguma mensagem, crítica, ou opinação a fazer em relação ao que acabaram de ler, façam o favor de o escrever aqui. A gerência agradece e responde (se não forem nenhum príncipe da Malásia que tem 10 milhões de dólares para me oferecer, claro).