quarta-feira, 27 de março de 2013

Miguel Torga e "O Senhor Ventura"


Acabei há cerca de alguns minutos de ler «O Senhor Ventura», uma pequena novela da autoria do escritor português Miguel Torga. Sobre a obra escrevo aqui algumas linhas de apreciação, porque gostei do livro e da escrita do autor que, para o infortúnio da minha intelectualidade tão diminuta, pouco conheço verdadeiramente da sua obra. Mas penso que, em breve, poderei corrigir essa falha grave, porque Torga é um dos grandes escritores de referência da contemporaneidade. E não é para menos, visto que tem no currículo obras como o incontornável «Bichos» ou os «Contos da Montanha». E em «O Senhor Ventura» é-nos contada as origens e a vida desse dito senhor, que se passeia por meio Mundo, conhece gentes de variados lugares, mas que acaba por nunca esquecer o seu Alentejo de origem, mais propriamente a aldeia de Penedono. É uma pequena ficção sobre a vida e as tristezas e ironias da mesma, e que, a meu ver, daria para se fazer um excelentíssimo filme sobre ela. A escrita de Torga é muito viva, muito cativante e com muitos toques de pura genialidade linguística e cultural. É um autor português que deveria ser mais lido, e espero fazê-lo, porque vale mesmo a pena.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Se chegaram até aqui e tiverem alguma mensagem, crítica, ou opinação a fazer em relação ao que acabaram de ler, façam o favor de o escrever aqui. A gerência agradece e responde (se não forem nenhum príncipe da Malásia que tem 10 milhões de dólares para me oferecer, claro).