A Turma: retrato do quotidiano escolar


François Bégaudeau escreveu (e, posteriormente, protagonizou a adaptação cinematográfica realizada por Laurent Cantet) «A Turma», um relato convincente e verosímil (palavra que é muitas vezes pronunciada, erradamente, por certos alunos que aparecem na obra) da vida escolar em França, que acaba por coincidir, em muitos aspetos, com a realidade portuguesa. Composto por pequenos episódios que retratam dois "universos": o do professor com os alunos e o do professor com outros professores, este livro, com uma escrita muito próxima da linguagem oral utilizada neste tipo de circunstâncias, acabou por me surpreender pela forma aparentemente ligeira com que aborda a Instituição e a vida que existe dentro dela. Mas no fundo, acaba por ser também uma visão da Escola na atualidade, mais multicultural e aberta a novas ideias e formas inovadoras de se ensinar. Uma pequena e simples obra, mas que tem muito interesse e não deve ser esquecida, apesar do grande sucesso que teve o filme e que acabou por "esconder" um pouco o livro, pelo menos nas livrarias portuguesas.

Comentários