quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Pequeno desabafo saudosista

Incomoda-me que várias pessoas descriminem determinados tipos de música apenas porque não os conhecem. Outro dia o meu telemóvel recebeu uma chamada e o toque era uma peça de Schubert que gostei muito de ouvir no filme «Barry Lyndon». Primeira reação da pessoa que estava ao lado e viu isso acontecer: "a sério? Música clássica?" 
Pelo amor de Deus, quem deveria dizer "a sério" sou eu. Eu não tenho nada contra os gostos de ninguém. Podem ficar com os vossos One Directions, Justin Biebers e todos os artistas que estão na moda neste momento. Mas eu prefiro ouvir a música que EU quero ouvir, sem precisar de modas passageiras ou referências da atualidade musical. 
E pronto, era só isto.

1 comentário:

  1. Infelizmente, a maior parte das pessoas são assim. Logo que se mete a tocar música clássica começam a gozar, porque é música chata, ou de enterro, etc. No entanto, nunca é enterro ouvir em altos berros as Rihannas e os Justin Bibas...

    ResponderEliminar

Se chegaram até aqui e tiverem alguma mensagem, crítica, ou opinação a fazer em relação ao que acabaram de ler, façam o favor de o escrever aqui. A gerência agradece e responde (se não forem nenhum príncipe da Malásia que tem 10 milhões de dólares para me oferecer, claro).