(Re)descobrir uma grande comédia


Vasco Santana e Ribeirinho, dois dos melhores atores portugueses de sempre, no filme «O Pai Tirano», que a RTP Memória fez o favor de retransmitir durante a tarde de hoje (é a milionésima vez que a fita é emitida na televisão, mas vale sempre a pena revisitá-la) e que para mim é a melhor das comédias portuguesas dessa "época de ouro" do nosso cinema. Uma comédia ligeira de costumes, mas que ganha por manter a graça e o "timing" de grande parte dos gags humorísticos apresentados, totalmente inesquecíveis. Um magnífico elenco de atores numa história sobre um grupo de teatro amador e todas as peripécias que enfrenta para levar uma peça ao palco. Ah, e também aproveitam para criar algumas confusões acidentais, que causam algumas confusões entre a ficção e a realidade daquele ambiente. Pouco mais tenho a dizer sobre ela. Apenas que sei muitas partes de cor e este revisionamento me fez perceber a verdadeira importância desta comédia para mim. E acho que já está na altura de meio mundo deixar de desvalorizar estas comédias, e perceber o seu importante papel na sociedade e na cultura do nosso país...

Comentários