domingo, 29 de abril de 2012

The Departed - Entre Inimigos

Eis outro daqueles filmes que só teria esta intensidade, este ambiente e esta "arte" com um único realizador. Neste caso, é o Mestre Martin Scorsese. Vejo este segundo remake (este, do filme asiático «Infernal Affairs») da carreira do realizador como um terceiro filme da saga «Goodfellas», sendo o segundo filme desta trilogia «Casino». E, em parte, até faz algum sentido, porque a linguagem, o tema dos filmes (a máfia) e a profundidade como se aborda o mesmo, com aquele tom sarcástico, irónico e realista, é igual. Mas «The Departed» chega a ser diferente dos outros dois por um fator: tem uma história concisa (aliás, foi esta a razão dada pelo próprio realizador pelo facto de ter ganho o Oscar com este filme). Este thriller, com uma pitada de humor (muito) negro, trata da história de dois indivíduos: um, agente da polícia infiltrado na máfia, e o outro, um mafioso infiltrado na polícia que investiga a organização em que está metido. Este filme de duas horas e meia aborda com mestria esta história de crime, e Scorsese, que consegue sempre adaptar-se muito bem a qualquer ambiente que pretende explorar (e já foram muitos e muito diferentes entre si), e aqui, oferece-nos uma realização frenética, descontrolada e intimista, trazendo-nos uma panóplia de excelentes atores (especialmente Leonardo Di Caprio e Jack Nicholson, que estão cinco estrelas) e um argumento muito bem construído e preciso, num filme de crime como deve ser, que leva ao espetador o que ele quer ver e não ser um banal episódio de uma série policial.

Nota: * * * * *

Sem comentários:

Enviar um comentário

Se chegaram até aqui e tiverem alguma mensagem, crítica, ou opinação a fazer em relação ao que acabaram de ler, façam o favor de o escrever aqui. A gerência agradece e responde (se não forem nenhum príncipe da Malásia que tem 10 milhões de dólares para me oferecer, claro).