sábado, 25 de fevereiro de 2012

Voltar à América



Foi uma enorme alegria para mim rever esta obra prima, «Era Uma Vez na América». Adorei tudo o que tinha adorado no primeiro visionamento: o forte marco que a extraordinária banda sonora de Ennio Morricone deixa a quem vê o filme, as excelentes interpretações de Robert de Niro, James Woods e todo o restante elenco, e uma história e realização magníficas. Voltei a sentir aquele arrepio na espinha de que todos estes excelentes elementos provocam em conjunto. «Era Uma Vez na América» é fantástico, e de visualização obrigatória. Pudesse grande parte dos realizadores deixar uma última obra como esta, tudo seria diferente. Mas só alguns conseguem esse feito, e Sergio Leone foi um desses Grandes.

Nota: * * * * *

Sem comentários:

Enviar um comentário

Se chegaram até aqui e tiverem alguma mensagem, crítica, ou opinação a fazer em relação ao que acabaram de ler, façam o favor de o escrever aqui. A gerência agradece e responde (se não forem nenhum príncipe da Malásia que tem 10 milhões de dólares para me oferecer, claro).