segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

O Quarto do Filho

Uma história familiar e fortemente emocional é o que o espetador pode encontrar em «O Quarto do Filho» de Nanni Moretti, um drama carregado de uma grande sensibilidade (daquele género de sensibilidade muito peculiar e característico do cinema italiano) e com um toque humano e muito realista.
Nanni Moretti mostra, com «O Quarto do Filho», que sabe tocar a alma das pessoas sem precisar de achincalhar ou de recorrer a manipulações idiotas e mais "hollywoodescas", contando a história de um psicanalista que encara com o triste destino de um dos seus filhos.
A curiosidade da história é a perspetiva pouco habitual da personagem principal. Não por ser uma mente louca ou complexa, mas por se tratar de uma pessoa cuja profissão é ajudar a resolver problemas psicológicos ou emocionais dos seus pacientes.
Destaque também para as grandes interpretações de todo o elenco, especialmente de Nanni Moretti, Laura Morante e Jasmine Trinca (que, dois anos mais tarde, brilharia no épico «A Melhor Juventude»).
Um grande filme que mereceu a Palma de Ouro que lhe foi atribuída. Vale muito a pena.

Nota: * * * * 1/2

Sem comentários:

Enviar um comentário

Se chegaram até aqui e tiverem alguma mensagem, crítica, ou opinação a fazer em relação ao que acabaram de ler, façam o favor de o escrever aqui. A gerência agradece e responde (se não forem nenhum príncipe da Malásia que tem 10 milhões de dólares para me oferecer, claro).