Moneyball - Jogada de Risco

«Moneyball - Jogada de Risco» é uma grande surpresa. Pelo menos para mim assim o foi. Porquê? Por ser daqueles filmes no mundo do desporto que me interessaram. E nessa lista não há muitos. Dos que me lembre, apenas o «Invictus» se encaixa nesta secção. Mas continuemos: Brad Pitt é Billy Beane, o diretor-geral da equipa de basebol Oakland A's, que refaz a sua equipa, através de uma estratégia usada com base em estatísticas e dados informáticos que avaliam os jogadores. Uma proeza que foi bem sucedida e que começou a ser usada e discutida por causa da tentativa bem sucedida de Beanes.

Com excelentes interpretações de todo o elenco e um argumento inteligente e muito bem escrito, «Moneyball - jogada de risco» não é um filme que se debruça demais sobre basebol (daí qualquer pessoa conseguir perceber o filme minimamente bem, sem precisar de se prevenir e ter um guia da modalidade o mais perto possível para consultar se surgissem dúvidas), nem uma história sobre os negócios que se fazem à volta da compra e venda de jogadores, neste e noutros desportos. É um filme sobre, basicamente, aquilo que todos os seres humanos (incluindo eu) deveriam ter obrigatoriamente como qualidade: a coragem para se atingir os objetivos, sem ter medo dos obstáculos. Um dos melhores filmes de 2011 e um forte candidato aos Oscares!

Nota: * * * * 1/2

Comentários