Maçons e companhia, LDA - Sociedade secreta que inexplicavelmente existe

Pois é. Como qualquer cronista que não tenha grande criatividade, vou-vos aqui falar da minha perspetiva sobre um tema da atualidade que está a ser usado e abusado pelos media.

A história, já a sabem toda, não é? Então pronto.

O que eu gostava de perceber - eu e muita gente, daí este post não ter nada de originalidade - é porque é que a Maçonaria existe, no século XXI?

Amigos e amigas, estamos numa época muito informatizada e "tecnologizada". Não há muitos segredos a esconder! Ou um dia são descobertos por uma qualquer entidade da comunicação social, ou então, sites como a WikiLeaks fazem o favor de os revelar ao grande público. Somos todos alvo de ataques de privacidade, não há nada que seja garantidamente seguro! Quem sabe se alguém por acaso não descobre que eu abri uma conta bancária nas Ilhas Caimão, onde lá depositei cerca de oitocentos mil euros, na passada sexta-feira, dia 6 de janeiro, às dezoito horas, catorze minutos e trinta e nove segundos?

(ups... eu e a minha grande boca...)

Por isso é que sociedades secretas como a Maçonaria não fazem sentido existir nos nossos dias. É o que eu penso. Mas se alguém souber a razão para que exista na atualidade, faça o favor de me informar. Gostava de saber se não serve só para algumas determinadas pessoas arranjarem contactos para chegar ao poder ou para acederem a privilégios que mais ninguém tenho. Gostava de esclarecer isso.

Agora com licença, que tenho de apagar o meu blog da internet para não correr o risco de algum maçon ler o que eu escrevi aqui.

Estava a brincar, claro. Mas agora a sério, tenho de terminar este post porque o meu tempo de internet aqui na biblioteca das Galveias está a terminar. Por isso, com licença.

Comentários

  1. A maçonaria não é nenhuma sociedade secreta. É aberta e livre. Tal como existem ordens religiosas e cultos, a maçonaria quando criada, foi-o com o sentido de trazer os valores do iluminismo para a frente.«Portanto a maçonaria é uma sociedade fraternal, que admite todo homem livre e de bons costumes, sem distinção de raça, religião, ideário político ou posição social. Suas principais exigências são que o candidato acredite em um princípio criador, tenha boa índole, respeite a família, possua um espírito filantrópico e o firme propósito de tratar sempre de ir em busca da perfeição, aniquilando seus vícios e trabalhando para a constante evolução de suas virtudes.»

    Em teoria é quase como se fosse uma religião, só que em vez de estar alicerçada no culto de um Deus, está alicerçada numa filosofia de vida. É um modo de viver, de fazer e pensar a vida.


    Claro, o problema é que a maçonaria é constituída por Homens. E os Homens não são perfeitos e depois abusam e corrompem as coisas. E o problema foi quando em vez de uma ordem filosófica, se tornou simplesmente num lobby e as pessoas começaram a ajudar-se umas às outras simplesmente por pertencerem ao mesmo "clube" em vez dos seus méritos pessoais. Seria um pouco como tu atingires um dia uma posição importante e desatasses a contratar as pessoas da tua turma só porque eram da tua turma em vez de contratares as melhores qualificadas...

    ResponderEliminar
  2. Caro Anónimo,

    Antes de mais nada agradeço a disposição que teve para responder a este mísero post do meu blog.
    Começo por dizer que gostei muito de ler o seu comentário, que me esclareceu algumas dúvidas sobre este tema.
    Mas há uma dúvida que persiste na minha cabeça: ok, entendo que é uma organização secreta com os seus princípios e afins, e percebo que, tal como qualquer religião, há também o Homem, que muitas vezes, vai contra os princípios estabelecidos pela dita organização/religião, o que faz como, tanto como a maçonaria como, por exemplo, a Igreja, ao longo dos séculos, agiu contra os seus valores. Mas só não consigo perceber é, se a maçonaria atingiu um estatuto muito particular, que só àquelas pessoas lhes diz respeito e pouco ou nada se importa com o resto da população, para quê continuar a dar importância (em grande demasia) a notícias como que está a ser divulgada de há uns dias para cá?

    Cumprimentos,

    Rui Alves de Sousa

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Se chegaram até aqui e tiverem alguma mensagem, crítica, ou opinação a fazer em relação ao que acabaram de ler, façam o favor de o escrever aqui. A gerência agradece e responde (se não forem nenhum príncipe da Malásia que tem 10 milhões de dólares para me oferecer, claro).