Literaturas

Ando a ler um livro pequeno, «Primeiro as senhoras: retrato do último bom malandro», de Mário Zambujal. Estou perto de acabar. mas hoje descobri o ainda mais pequeno «Cão como nós» de Manuel Alegre, livro que li em menos de uma hora. É uma história bonita (penso que autobiográfica) sobre a importância, para uma família e para o Pai da mesma (e narrador da história), que tinha o seu cão Kurika. É um livro que aconselho porque lê-se muito rapidamente (li-o em menos de uma hora), e também porque é um tema que toca a toda a gente. As diversas situações que a família vai ser confrontada, algumas delas devido ao cão, são muito interessantes e muito comuns a muitas pessoas que têm ou já tiveram animais domésticos.

Nota: * * * *

Comentários