Invictus

O ano de 1995 foi um grande ano. Não só porque nasceu o indivíduo que escreveu esta crítica, como também devido aos grandes filmes estiveram nomeados para os Oscares nesse ano (como «Os suspeitos do Costume» e «Pulp Fiction», se não estou em erro), e também porque foi o ano em que se deu o triunfo de Nelson Mandela, tema deste filme realizado por Clint Eastwood, de nome «Invictus». Mandela quis, a partir da equipa de rugby da África do Sul (os Springboks), dar credibilidade à sua mensagem e ao seu testemunho de vida, colaborando para que fosse possível a vitória do seu país no Mundial de rugby de 1995. Morgan Freeman está muito bem no papel de Nelson Mandela, assim como Matt Damon no papel de François, o capitão dos Springboks. Além de ser um filme sobre desporto, «Invictus» consegue ser também uma homenagem à vida de Mandela e à sua luta contra o apartheid, bem como um tributo à música sul-africana, graças à excelente banda sonora da fita, muito carregada com sons e estilos desse país. Em resumo, «Invictus» é uma fita muito boa, e está tudo dito.


Nota: * * * * 1/2

Comentários