quinta-feira, 10 de novembro de 2011

O último segredo? Tendes a certeza que é o último?

Acho curiosa a polémica que se tem feito à volta do novo livro de José Rodrigues dos Santos, «O último segredo», por meter questões problemáticas em relação à Igreja Católica.
Do meu ponto de vista, para quê dar-se demasiada atenção a livros destes? São só Dan Brownzices plagiadas para vender e que rapidamente são esquecidas, tal como um lançado recentemente, «A mentira sagrada», dentro do mesmo género e que gerou uma mini-polémica. É só para fazer dinheiro a partir de temas polémicos.
Aliás, há uns dias li uma crónica de Joel Neto (um bom cronista que, de vez em quando, dá umas patadas na poça, mas geralmente é bom de se ler), em que dizia que José Rodrigues dos Santos vai todos os anos à amazon, compra dois ou três livros sobre uma teoria da conspiração qualquer, e faz um livro. É que até o Dan Brown tem mais detalhe de pesquisa que ele, ao que parece.

Mas acho que, como católico do século XXI, não se deve levar a mal essas coisas comerciais. Há liberdade de expressão e pronto. Tal como eu tenho liberdade para dizer mal destes livrinhos.

Agora se a questão é porque o José Rodrigues dos Santos quer abalar o cristianismo através de "factos" que "descobriu", como que a Virgem era casada e que tinha muitos filhos, ui, fiquei tão abalado. A minha fé já nem é a mesma.

Acho que depois disto, ainda me torno ateu, tal foi o choque.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Se chegaram até aqui e tiverem alguma mensagem, crítica, ou opinação a fazer em relação ao que acabaram de ler, façam o favor de o escrever aqui. A gerência agradece e responde (se não forem nenhum príncipe da Malásia que tem 10 milhões de dólares para me oferecer, claro).