Mais uma notícia para o Inimigo Público

Vida de Berlusconi retratada na próxima sequela de «O Padrinho»

Ontem à tarde, após ter tornado pública a sua demissão do cargo de primeiro ministro, Silvino Berlusconi recebeu um telefonema de Francis Ford Coppola, que se mostrou interessado em levar a vida do político italiano ao grande ecrã, naquele que está agendado para ser o quarto filme da saga «O Padrinho». "Estou muito contente com este convite", disse Berlusconi hoje de manhã à Rai Uno, "já que os Corleone foram uma grande inspiração para mim e para a minha carreira política". Coppola confirmou, há momentos, esta notícia, acrescentando que "já tinha contactado Alberto João Jardim, para que, se este não conseguisse voltar ao poder, pudesse fazer esta dita sequela. Mas isso não aconteceu e ocorreu-me ontem o Berlusconi quando estava a ver as notícias.". Coppola considera excelente a escolha de Berlusconi para a nova sequela, dizendo que "É perfeito por ser mesmo italiano, e o guião apenas vai ser alterado numa ou outra coisita, já que o Jardim e o Berlusconi tiveram vidas bastante semelhantes e muito mafiosas".
De momento está ainda em dúvida quem irá interpretar Berlusconi na nova fita de «O Padrinho», a estrear no Outono de 2012, mas as escolhas que estão a ser levadas mais em consideração, segundo o que foi dito pelo ex-político italiano, são Paul Sorvino e Batatinha, sendo este último o preferido de Berlusconi, já que é um palhaço, tal como ele gosta de ser.


(esta notícia foi escrita por mim e enviada para o site do Inimigo Público.)

Comentários