sábado, 29 de outubro de 2011

Neste filme temos, nos papéis principais, os três soberbos Al Pacino, Robbie Williams e Hillary Swank. A história ronda à volta de dois assassínios: um a ser investigado e outro que ocorre durante a investigação e que é coberto pelo assassino. Além de termos também a realização de Christopher Nolan, que em certa medida enche mais a qualidade deste filme do que se fosse com outro realizador. Al Pacino chega com o seu partner ao Alasca, numa altura do ano em que nunca anoitece. Pacino não vai conseguir dormir, e a investigação e posteriormente a sua relação com o culpado ainda lhe vão dar uma dor de cabeça maior. Um grande thriller, que tende a ser pouco apreciado, mas eu gostei muito. Não vi o original (que, pelo que tenho lido, é superior a este remake), mas tenho curiosidade em ver e comparar com este. E recomendo para aqueles que gostam de um bom thriller.
Nota: ****1/2

Sem comentários:

Enviar um comentário

Se chegaram até aqui e tiverem alguma mensagem, crítica, ou opinação a fazer em relação ao que acabaram de ler, façam o favor de o escrever aqui. A gerência agradece e responde (se não forem nenhum príncipe da Malásia que tem 10 milhões de dólares para me oferecer, claro).