Acabei de ler ontem o conto «A pérola», da autoria de John Steinbeck, galardoado com o prémio Nobel da literatura em 1962 e responsável por outros livros bastante conhecidos como «As vinhas da ira» e «A leste do Paraíso». O livro conta a hisatória de Kino, um pescador que encontra a maior pérola do mundo, que, como se poderá verificar ao longo da história, lhe trará diversas situações menos agradáveis e perigosas. Este livro põe no papel uma antiga lenda, mas Steinbeck aqui dá-lhe um toque mais humano, o que dá uma maior beleza à história. Uma crítica à sociedade que vale a pena ler.

Nota: *****

Comentários