Tás parvo ou quê?!

O que eu vou de seguida dar a conhecer nas próximas linhas pode ser algo surreal, para alguém com gostos como os meus.

Mas... eu gostei de um musical.

Pensei que talvez foi porque estivesse sob efeito de droga na altura em que o vi, mas depois voltei a revê-lo... e gostei mesmo caramba!

Há cerca de um mês e alguns dias comprei numa Worten o DVD do musical «Jesus Christ Superstar», porque estava a um preço razoável e porque toda a família iria gostar de ver. Há cerca de uma semana vimos finalmente aqui no Algarve o filme, eu a pensar que ia achar uma pirosada, tal como outros que tinha visto, como o «Mamma mia» e «O Fantasma da ópera», mas, à medida que ia vendo o musical (que não era a versão cinematográfica, atenção, mas uma edição feita exclusivamente para vídeo como se estivéssemos a ver teatro), comecei a gostar. E depois vimos uma e outra vez, e confirmou-se: pela primeira vez na minha vida gostei de um musical! É claro que não deixa de ter uma ou outra parte menos tolerável por ser lamechas, mas este musical está recheado de grandes canções, num estilo de ópera rock que apreciei.

Pode ser vergonhoso ou não uma pessoa como eu afirmar uma coisa destas, mas é que ainda estou com algumas das músicas na cabeça! É um grande musical, este «Jesus Christ Superstar».

Ou então eu estou mesmo sob o efeito de alguma droga permanente que não saiba.

Mas gostei! Irra se gostei!

Comentários