Há festa na aldeia... bem, não é uma aldeia. Uma pequena cidade, digamos...

Por aqui, em terras ovarenses (local nortenho de onde este humilde ser humano vos escreve) vai haver bailarico e festarola certa.

Daqui da biblioteca consegue-se ouvir ao longe megafones a emitirem uma excelente playlist de música pimba, e um palco foi montado, que eu vi à chegada a este sítio.

Para verem que no norte as pessoas também se «dibertem». Eu não pá, 'tá a chover, agora vou para o meio do povo?

Na na... o Ruizinho não é dessas coisas.

Ainda se contipa.

Comentários

  1. Anónimo8/8/11 11:20

    Bem te vi Ruizinho no bailarico em Albufeira com o Zé Cid a cantar ao vivo, grande festa na Marina, não a Mota mas a dos barcos ali mesmo no Convento da Orada em Albufeira; é pena o gosto que por lá está mas paciência já está feito e agora "nada feito" a que lutar para o Arqt.Taveira "re-qualificar" até porque a casa do Senhor Presidente é lá perto. Mas hoje viva Ovar e a Ria!
    Abç.,
    Zézinho

    ResponderEliminar
  2. Claro que sim, é verdade o que o caro Zézinho disse. Mas afirmo que José Cid não é pimba, pois tem grandes músicas no seu grande reportório. Lembro-me de no convento da Orada termos visto um concerto do Frei Hermano da Câmara. Já vão alguns anos.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Se chegaram até aqui e tiverem alguma mensagem, crítica, ou opinação a fazer em relação ao que acabaram de ler, façam o favor de o escrever aqui. A gerência agradece e responde (se não forem nenhum príncipe da Malásia que tem 10 milhões de dólares para me oferecer, claro).