Livros...

Hoje acabei finalmente de ler «O Padrinho», a magistral obra da autoria de Mario Puzo que criou a fantástica obra-prima cinematográfica.

Que mais posso dizer? É um livro que prende o leitor. Mario Puzo tem um estilo de escrita muito favorável, onde se nota um perfeito domínio da escrita de alguém com uma grande criatividade.

Nota: *****

Antes, e por sugestão do Musicólogo, li «Histórias falsas», de Gonçalo M. Tavares, um livro pequeno com histórias igualmente pequenas, mas não é por isso que deixa de ser um bom livro, muito bem escrito.

Nota: ****

Comentários