Ena pá...

A CBS decidiu pôr um ponto final na série protagonizada por Charlie Sheen, depois de o actor ter criticado o produtor.

A decisão foi anunciada na quinta-feira depois de o actor - o mais bem pago da televisão norte-americana - ter feito duras críticas a um dos criadores do formato.

O actor acusou Chuck Lorre de ser "um charlatão que escolheu não fazer o seu trabalho" e "um homem muito, muito estúpido".

"Baseados nas declarações de Charlie Sheen, na sua conduta e estado, a CBS e a Wraner decidiram descontinuar a produção durante o resto da temporada", respondeu a produção, através de um comunicado tornado público na qunta-feira.

"Dois Homens e Meio" tem estado interrompida desde Janeiro, quando Charlie Shen fez uma festa de arromba que o atirou para o hospital. Surgiram notícias acerca de envolvimento com prostitutas e estrelas do cinema porno e acabou internado, pela terceira vez, numa clínica de reabilitação. O regresso ao trabalho estava previsto para breve.

Face ao cancelamento, Charlie Sheen contra-atacou através de uma carta aberta colocada no TMZ. O actor pediu aos fãs que acompanham a série há já 10 anos para o acompanharem "marchando as escadas da justiça para consertar este erro injusto".


in DN

Eu achava graça a esta série... Não era uma obra-prima, mas tinha piada. É pena ter sido cancelada...

Não sei qual foi a causa dos insultos (a polémica do Sheen, de certeza), mas também... acho que ao menos, deveriam acabar a temporada, dar um final digno à série...

Mas aconteceu isto, e decidiram acabar já. Era bom que fosse temporário e que acabassem pelo menos a temporada, como eu disse.

Vamos a ver, vamos a ver...

Comentários