sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Grandes frases de músicas, séries e filmes - Parte II

E eis que meio ano depois, decidi rebuscar esta rubrica, perdida algures no tempo e no espaço.

E por isso aqui ficam, mais umas frases de músicas, séries e filmes.

-I brought this note back from the future and now it's erased.
-Of course it's erased! It means your future hasn't been written yet. No one's has. Your future is whatever you make it. So make it a good one, both of you.
-We will, Doc.

«Back to the future Part III»

Esta frase faz parte do final de uma das melhores sagas de sempre... «Regresso ao futuro». Penso que nesta frase, o Doc Brown resume a moral da trilogia...


To begin... To begin... How to start? I'm hungry. I should get coffee. Coffee would help me think. Maybe I should write something first, then reward myself with coffee. Coffee and a muffin. Okay, so I need to establish the themes. Maybe a banana-nut. That's a good muffin.
Nicolas Cage em «Inadaptado»

Este é um dos muitos pensamentos que a personagem Charlie Kaufman tem durante este filme que vi há uns dias. É algo interessante, mas alguns podem achá-lo completamente paranormal... A minha pessoa, por gostar deste género de filmes.


-Nothing happens in the world? Are you out of your mind? People are murdered every day. There's genocide, war, corruption. Every day, somewhere in the world, somebody sacrifices his life to save someone else. Every day, someone, somewhere takes a conscious decision to destroy someone else. People find love, people lose it. For Christ's sake, a child watches her mother beaten to death on the steps of a church. Someone goes hungry. Somebody else betrays his best friend for a woman. If you can't find that stuff in life, then you, my friend, don't know crap about life! And why are you wasting my two precious hours with your movie? I don't have any use for it! I don't have any bloody use for it!

-Okay, thanks.

Brian Cox em «Inadaptado»

Este é outro momento do filme, em que o Charlie Kaufman, que está num workshop para guionistas conduzido por Bob McKee (Brian Cox), pergunta-lhe o que tem de fazer para escrever um argumento para um filme baseado num livro sobre flores, em que não se passa nada, e que ele também diz que no mundo não se passa nada. Então aí o McKee passa-se e responde-lhe o texto que podemos ver acima... e que foi devidamente censurado, pois tinha muitos palavrões pelo meio... Respeito pelo leitor sempre... Vejam o filme e notem a diferença desta versão soft da fala do McKee e a agressividade da original... ah pois é!


I'm here to cooperate with you a hundred percent. A hundred percent. I'll be just right down the line with ya'. You watch.

Jack Nicholson em «Voando sobre um ninho de cucos»

Gosto desta frase pela maneira como Jack Nicholson, um dos meus actores preferidos, a diz no filme. Vale a pena ver este masterpiece (como chamam os americanos) do cinema.

Keep passing the open windows

Nome de (MAIS UMA?!) canção dos Queen. Gosto do título... Mai' nada!

E por aqui fica mais uma edição desta rubrica. E eu agora vou voltar a esquecer-me que esta rubrica existe, e ela só voltará lá para meio do ano... tá bem?

Vá... bem hajam!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Se chegaram até aqui e tiverem alguma mensagem, crítica, ou opinação a fazer em relação ao que acabaram de ler, façam o favor de o escrever aqui. A gerência agradece e responde (se não forem nenhum príncipe da Malásia que tem 10 milhões de dólares para me oferecer, claro).