Mensagens

A mostrar mensagens de Agosto, 2010

Vejam isto!

Estreia quarta-feira, 8 de Dezembro, num dispositivo móvel que aceda à internet mais perto de si!

500 posts...

Que mais posso dizer?

Meio milhar de posts no blog...

Mais de 10 500 visitas...

Que mais posso dizer?

Só digo que estou muito contente. Nunca pensei que o blog conseguisse ter assim alguma popularidade.

O que me impressiona mais é que tenho gente adulta a ler as dissertações que por aqui escrevo... très impressionant!

Obrigado a toda a gente que visita, comenta, segue e publicita o meu blog!

E, para comemorar, vou fazer um post escrito especial. Eu já tinha pensado em fazer este post, há muito tempo, mas o André Pereira, que agora anda a publicitar muito o meu blog, ao que lhe agradeço (mas em troca tenho de publicitar que ele tem uma banda, portanto se quiserem mais informações sobre isto contactem-me que eu as dar-vos-ei), deu-me a ideia, e eu lembrei-me que no passado já tinha pensado nisto, e decidi então fazê-lo. E cá está ele.

Chama-se «5 maneiras para se chatear, arreliar, maçar uma pessoa. Uma lista não-exaustiva».

1- «Epá, estou muito cansado, não quero saber de nada, está bem?».

É mui…

Rui Responde n.º9

E cá vão, mais três respostas a três perguntas da Inês e da Sara, que me vão manter ocupados por mais umas semanas. Se quiserem mandar as vossas perguntas, é nos comentários ou no mail ruialvesdesousa@hotmail.com está bom?

Vamos lá então às respostas.

25.ª pergunta

Se pudesses ir a um sítio qualquer no mundo, onde irias?

Inês & Sara

Para não estar a fazer uma lista, vou resumir em quatro palavras todos os sítios onde gostaria de ir no nosso mundo.

A todo o lado.

E ponto final.

26.ª pergunta

Que "imagem" ou informação viste até hoje que mais te chocou?

Inês & Sara

Foram tantas... por exemplo, as do 9/11, as da guerra na Bósnia e no Afeganistão, enfim, mas isto foi mais impressionar, por serem um pouco violentas. Impressionar de «Oh meu Deus!», não de começar a chorar... sou sensível, mas moderadamente...

Chocar mesmo é ver aquelas notícias que confirmam a minha teoria que o nosso país, e também o mundo, está pior a cada dia que passa.

27.ª pergunta

O que achas de "cortinas&quo…

É caso para dizer: C'a ganda bronca!

Vejam até ao fim, que vale a pena...

A kind of magic

Imagem
If you need a friend
I'm sailing right behind
Like a bridge over troubled water
I will ease your mind

Is this the real life?
Is this just fantasy?
Caught in a landslide
No escape from reality

Since he was small
Had no luck at all
Nothing came easy to him
Now it was time
He'd made up his mind
'This could be my last chance'

I walked the avenue 'til my legs felt like stone
I heard voices of friends vanished and gone
At night I hear the blood in my veins
Just as black and whispery as the rain on the
Streets of Philadelphia

And I will go on shining
Shining like brand new
I'll never look behind me
My troubles will be few

Goodbye stranger it's been nice
Hope you find your paradise
Tried to see your point of view
Hope your dreams will all come true

________________

PS - isto é a minha versão de um post do blog da Inês (ahahah ficou com o link no nome), que tinha uma fotografia e um excerto da letra uma canção. Eu decidi fazer o mesmo, talvez por falta de criatividade, e para ench…

E porque hoje é sexta-feira...

Aqui fica mais um capítulo do policial...

Olho Morto, Detective Público

Um caso muito particular

Parte 19

A empregada logo foi ter com ele a dizer que tinha uma pessoa que queria falar com ele.

Levantei-me da cadeira onde estava sentado quando o Daniel chegou à sala, e dirigi-me a ele, que à primeira vista, não me reconheceu. Só depois de me ter apresentado.

-Então Daniel, como estás? Sou o Nelo, da escola. Lembras-te?

Aí ele percebeu quem eu era.

-Aaaah! Nelo! - deu-me um aperto de mão - És tu! Já não te via há tanto tempo que não te reconhecia! Então, como te vai a vida?

-Ah, vai-se andando, vai-se andando.

Aí, lembrei-me da imagem que tinha do Daniel nos tempos de escola. Um miúdo rebelde, com milhentas namoradas, e que se metia nos mais vulgares sarilhos da adolescência (digamos que à volta de «fuminhos» e «bebidas», se é que me compreendem) , mas com quem conseguia meter conversa. Pequena, mas dava para se poder falar com ele.

-Que fazes tu, agora? - perguntei-lhe.

-Trabalho na retrospect-X…

Três músicas (RECENTES) girinhas

Esta é de uma banda que não conhecia, os Crowded House, vi no Programa do Jimmy Fallon a interpretarem esta música e gostei. A música chama-se «Twice If You're Lucky». Melhor qualidade foi impossível de arranjar no youtube. Até o vídeo da performance no programa foi retirado... enfim, fica esta.



Esta é o Stevie Wonder com o Blue Feat e Angie Stone. Like it. Chama-se «Signed, Sealed, Delivered (I'm Yours)»



E esta é de um projecto português, os Baile Popular (com o João Gil metido nisto, sabe-se que é bom), que pretende retratar o ambiente das festas portuguesas, muito ao estilo dos Rio Grande e dos Cabeças no Ar, e este é o single. Gostei imenso.
Chama-se «Rosa à janela»

Rui Responde n.º 8

E cá está, atrasado dois dias, mas cá está.

Mais 3 respostasa a 3 perguntas da Inês e da Sara, que me deixaram tantas perguntas que ainda dá para 6 edições...

E o André, outro leitor do blog (sim, aquele da banda) também me enviou mais umas...

Mas que não seja por isso que não me deixem de mandar as vossas questões, pela caixa de comentários ou para ruialvesdesousa@hotmail.com, está bom?

Ou por sms se tiverem o meu número... e não forem uns «estranhos desconhecidos».

Cá vai:

22.ª pergunta

És contra ou a favor do uso de peles?

Inês & Sara

Isso é pergunta que se faça? É claro que sou contra!

Chiça, coitados dos bichos...

Então, quando vi a maluca da Cruela DeVil, no «101 dálmatas», com aquele ar de lunática viciada em peles, claro que sou contra!

23.ª pergunta

És contra ou a favor da adopção por casais homossexuais?

Inês & Sara

(ui... cheira-me a polémica...)

É assim, eu não sou nem a favor nem contra, mas mais a favor que contra, e vou explicar-vos porquê e espero que não se ofendam...

Eu acho …

Voltei!!! Ou Um daqueles posts para encher chouriços

Então, tiveram saudades de mim?

Eu também não.

Bom, agora tenho algum tempo para vir cá postar coisitas...

Já pensei em novos posts, vou fazer agora o Rui Responde (supostamente de ontem), estive a planear a segunda temporada do programa e já sei como vai acabar o policial (isto promete...)

E vocês perguntam-se «e as férias, hem Rui? Como estão a ser?»

Eu digo-vos.

Andado a descansar, a ler, hoje dei uns mergulhos, enfim...

Ah, e escrevo-vos isto de Ovar...

Para quem não sabe, vão pesquisar.

Adeusinho!

PS - O blog está quase nos 500 posts! Sim, meus amigos, 500! Esperem para ver como será...

Outro...

E como prometido, fica aqui antecipadamente publicado o capítulo da próxima semana do policial.

As razões disto? Ler aqui

Olho Morto, Detective Público

Um caso muito particular

Parte 18

Dei-me no carro a imaginar se a resolução do caso não seria como no «Crime no expresso Oriente», um dos meus policiais favoritos.

Mas não. Tinham de ser todos ou parentes do Rui, ou empregados, enfim...

E o Rui, a vítima, não tinha sido um assassino, como na dita obra...

Se não sabem do que estou a falar, vão ler esse livro, ora!

Enfim, agora chovia! Que bom! Que mais poderia acontecer?

Parecia que estava tudo contra mim, ou coisa parecida. E só tinha mais 7 dias, contando com este, para resolver isto. Caramba! As coisas inesperadas só acontecem, isso mesmo, inesperadamente!

Andava eu a pensar nestas coisas, e não reparei que uma senhora já com idade avançada ia a meio da passadeira. Despertei para o mundo real com o grito estridente da senhora, que se ouvia perfeitamente, travei a fundo, e por uns centímetros, n…

Golo! Ou melhor, dois golos!

Não gosto de meter futebol neste blog, mas tenho de dizer que fiquei felicíssimo por termos ganho às Águias.

Enfim, é claro que agora, os benfiquistas devem estar a dizer «Ai foi batota e tal». Quer dizer, todos os clubes são assim.

É claro que, quem depois vai sofrer com isso, é aqui o Rui. Chega a Lisboa, à escolinha nova, e toda a gente «Eh! És do Porto! Vai perder, outra vez. Sabes disso?». Isto é com todos os clubes, mas enfim, quando é pelo Porto, gozam todos. Até os que apoiam o Olhanense ou o Ranholas FC.

Se perder, chateiam. Se ganhar, chateiam também. Nos dias de jogos, mais vale estar caladinho, não dizer nada...

Ainda bem que vou para uma nova escola. É melhor nem falar nesses assuntos por lá, que é um estabelecimento de ensino não-sei-quantas vezes maior que a minha anterior escola, portanto se na outra, a pequena, já era chato falar-se de futebol com os colegas, nesta, ui!

Por aqui, no Porto, ouviu-se as buzinadelas, a festejar a vitória. Até gostei, mesmo que não suporte o b…

Rui Responde n.º 7

E afinal, posso prometer o que cumpri.

Aliás, cumprir o que prometi.

Aqui está mais uma edição do «Rui Responde», que devia sair na próxima semana, mas como não isso não ia poder acontecer (leiam mais abaixo a explicação) fica aqui publicado antecipadamente.

Aqui vão mais 3 respostas a outras 3 perguntas da Inês & Sara, a dupla criativa que mandou-me tantas perguntas, que ainda dá para esta rubrica durar mais 7 semanas.

Se tiverem perguntas podem mandar para a caixa de comentários deste blog, ou para o mail ruialvesdesousa@hotmail.com, ou para o meu telemóvel, se tiverem o número.

Cá vão, mais 3 respostas:


19.ª pergunta


Qual é a música cuja letra te diz mais?

Inês & Sara

Oh... isso são várias. Olhem, uma que vocês sabem que eu adoro, nem preciso de mencionar o nome, porque já sei que vocês devem estar a pensar que é essa, mas para os outros leitores, que não devem saber, é a «Bridge Over Troubled Water». Gosto muito da letra. Diz-me imenso. Outras que também me dizem muito é a «Spread …

Documentário sobre Raul Solnado hoje, na RTP1

Se há nomes que, no século XX, iluminaram a vida portuguesa, Raul Solnado é um deles. Não há nenhum português, em todas as gerações, que o não conheça; não há nenhum português, de todas as idades, que não guarde dele uma recordação agradável e não lhe deva, pelo menos, um momento de felicidade. Este documentário pretende ser a homenagem merecida a esta figura única nas Artes do Espectáculo. Nos palcos, na rádio, na televisão, no cinema, Raul Solnado fez rir e fez chorar. Representou, cantou, imitou, criticou, sempre com um sorriso, mas sempre oportuno, pertinente, eficaz. “O Meu Raul” é uma viagem pela vida do actor, um passeio por uma Lisboa onde a sua presença deixou marcas. Desde a Sociedade Guilherme Cossoul – onde se iniciou como actor – ao Parque Mayer, à RTP, ao Dona Maria II, ao Monumental, ao seu Villaret, à Casa do Artista, a última das suas obras. É uma visita guiada pelo mundo mágico de Solnado, pelo teatro e pela vida, através da visita aos seus locais emblemáticos. O doc…

Vai fechar temporariamente

Meus amigos e amigas,

O blog, a partir de amanhã até ao final da semana, vai estar sem ser actualizado.

Incluindo as duas rubricas.

E porquê?

Ora, o computador que eu uso para escrever no blog vai ser levado pela minha Mãe, para Lisboa, porque ela irá para os Açores em trabalho e dele vai precisar.

Mas eu estive aqui a pensar.

Se tiver tempo, e paciência suficiente, venho ainda hoje, ou amanhã, postar o «Rui Responde» e o capítulo do policial da próxima semana, que supostamente não iria haver, mas assim ficam com um bónus.

Portanto, se eu conseguir, venho postar as supostas edições destas duas rubricas ainda hoje, ou amanhã, para compensar a próxima semana, que o blog vai estar inactivo.

Até depois!

PS- Já repararam que o blog está quase a atingir a meta dos 500 posts? Está mesmo, mesmo quase... e a comemoração! Ui! A comemoração! Vai ser boa, vai sim senhora!
É esperar para ver...

Este policialzinho nunca mais acaba!

Digo eu para os meus botões.

Enfim, fiquem com mais um capítulo desta história misteriosa, que esta semana teve novos desenvolvimentos.

É ler p'ra crer!

Olho Morto, Detective Público

Um caso muito particular

Parte 17

Reparei que o Finório não se encontrava no escritório.

-Onde está o Finório? - Perguntei a um colega.

-Ele não veio. Disse que estava com febre.

-Hmmm... Está bem. Obrigado.

Saí do escritório e achei que podia ir a pé, já que era tão perto dali a casa do próximo interrogado, interrogada, neste caso. «A gasolina está cara. É preciso não desperdiçar!» reflecti.

Cheguei ao prédio, que era relativamente grande, 8 andares, num tom amarelado, e toquei à campainha.

Ouviu-se uma voz.

-Sim?

-Bom dia - respondi. - Ou boa tarde. Enfim. Sou Olho Morto, detective, e estou a investigar o caso relacionado com a morte de Rui Sousa, e precisava de lhe fazer umas perguntas.

Depois de alguns segundos de espera, a porta abriu-se.

Depois de ter subido três andares, encontrei uma rapariga, muito bem arran…

Olha que rica ideia, esta!

Eu estava a falar a sério!

Por vezes posso não ser sarcástico, não?

Este projecto, que um dos responsáveis foi o Gates, foi uma grande ideia, e é bom para se mostrar ao público que os mais ricos não são Tios Patinhas...

Quer dizer, alguns.

Porque dos 80 ricaços contactados, só 40 é que já afirmaram que participavam nesta iniciativa

Enfim...

Assim vai o mundo...

Olá caros ouvintes!

Porque é que este post tão pitoresco tem este título não menos pitoresco?

Porque parece que a telefonia faz 75 anos...

A RDP, mais precisamente.

Eh! Tão velhinha, não é?

Enfim...

75 anos é muito material de arquivo... ui se não é.

Enfim, parabéns à RDP, da minha parte.

Depois, quando puder, mando um cartão postal.

Daqueles que se abrem e começa-se a ouvir «tantarana tantan», ou seja, música de aniversário.

Eu queria é que passassem mais musiquinha...

Não digo na Antena 1 ou na Antena 2, que é diferente...

Digo é na Antena 3...

Porque, quando vejo o Top+, fazem sempre um top das mais tocadas na Antena 3, é sempre música que, sempre que eu sintonizo na Antea 3, nunca ouço passarem. É só música xpto.

Enfim, já me estou a esticar, é melhor parar por aqui.

Parabéns, e que venham mais 75 (que devem vir de certeza. A não ser que o mundo acabe entretanto, em 2012. Ou Antes.)!

Bou de Biagem!

Amigos do Sul,

Vou para a Invicta por uns dias, carago!

Foi a cidade onde eu nasci!

Não sabiam?

Bom, ficam a saber.

E levo o computador, se me apetecer dar notícias.

Está bom?

Espero que estejam a pensar «Boa viagem», mas no sentido correcto. Não como «boa viagem. Ahahahahah!»

Era giro que tivesse leitores nortenhos. Será que eu tenho? Será que algum tripeiro (além de mim, mas eu escrevo isto) deciciu espreitar esta humilde casa que é este blog?

Era giro, era...

Bom, o post já está estúpido demais, e agora tenho de ir embora, cambada!

Adeusinho!

Rui Responde n.º 6

Ontem disse que ia relançar esta rubrica, e pedi que os leitores me ajudassem, enviando as suas perguntas.

Ora, quando eu estava a ver que não poderia por agora reabrir o «Rui Responde» por falta de questões, duas amigas minhas elaboraram em conjunto, às tantas da noite, 27 perguntas por SMS para isto! E o quanto que eu lhes fiquei agradecido! Foi um verdadeiro trabalho de equipa para não me verem na ruína! Elas dantes, quando eu pedia, também mandavam, mas era uma ou duas, e agora, foram logo 27!

Obrigado Inês e Sara!

(elas têm os seus blogs, que podem ver aqui e aqui. Há já algum tempinho que não são actualizados mas vale a pena dar uma espreitadela)

Por isso, já tenho mais 9 edições destan rubrica asseguradas (ora, se cada edição tem 3 respostas a 3 perguntas, e eu tenho 27 por responder, ora... façam a conta, a ver se não dá 9!)

E, por agora, pelo menos durante as próximas 9 semanas, irei responder a todas, mas mesmo a TODAS as perguntas que elas me mandaram. Até pensei em mudar o nome…

Eu quero!

Eu quero voltar com o Rui Responde.

Por isso quero perguntas JÁ!

Mandem comentário para aqui ou um mail para ruialvesdesousa@hotmail.com com a vossa dúvida que acham que eu, um adolescentezinho palerma, poderei resolver.

Vá! Mandem muitas, tá bom?

Uma crítica a dois filmes que vi esta semana...

Imagem
E como este é um blog onde também há prioridade para as sugestões culturais, quero deixar aqui a minha opinião a dois filmes que fui ver ao cinema esta semana.

Inception

Confesso que, antes de entrar na sala, não tinha assim grande expectativa sobre este filme. Ai e tal, tem sonhos à mistura, e coiso e tal...

Mas depois enganei-me. Redondamente.

Fui vê-lo com duas amigas, que já o tinham visto, mas enfim, queriam ir vê-lo outra vez.

É um filme que é preciso estar-se concentrado nele, porque senão deixa de se perceber o que está a passar. Não é como aquelas comédias parvas de sábado à tarde da TVI ou da SIC que não se perde nada se atirarmos com o televisor pela janela. Porque são uma verdadeira treta.

Gostei muito da banda sonora, principalmente no final, que foi o momento em que a música foi posta tão certeiramente com a cena que se passava.

Achei que o Christopher Nolan, o realizador do filme, fez um impecável trabalho neste aspecto, além do guião, que está muito bom e que, segundo dizem …

Tá giro, não tá?

Então, gostam do novo visual do blog?

Não?

Então paciência. Eu gosto e acabou!

Demorou muito tempo a escolher, mas acho que fiz uma boa escolha (acho...)

Reacções à mudança do design do blog? Façam o favor de comentar a dizer como reagiram. Tiveram um ataque? Desmaiaram? Riram-se tanto que iam sufocando?

Enfim, partilhem a vossa experiência...

Porque partilhar é bom...