Mensagens

A mostrar mensagens de Julho, 2010

10 000!

Imagem
Estou comovidíssimo.

Snirf... BUÁÁÁ! Nunca pensei que chegaria a isto. É um grande passo, não para o Homem, mas para este homem que é o criador deste blog, ou seja, eu!

O blog ultrapassou as 10 000 visitas!

E agora, outro momento típico das galas.
Queria agradecer a todos os visitantes, ao apoio que me têm dado, enfim, OBRIGADO!
E, para comemorar, eis que regressa as pessoas que não são irritantes!
Aqui estão mais 5!
6- Jack Nicholson

É um grande actor, tem um grande talento e consegue fazer os mais variados papéis, desde um vilão demoníaco (joker no primeiro Batman), a um homem com demasiados tiques psicóticos («Melhor é impossível»), passando por um ladrão que, para escapar à prisão, finge-se de louco e vai parar a um manicómio, que vai mudar a sua vida e também a dos seus pacientes («Voando sobre um ninho de cucos»). Vale a pena ver filmes com ele, porque são sempre interpretações de grande qualidade. 7-António Feio
Um grande senhor do teatro e dos dois ecrãs (o grande e o pequeno), que nos …

E cá vem mais um...

Um capítulo do Olho Morto, o policial habitual das sextas-feiras. Ou sábados, como é hoje o caso. Ou domingos, como foi na semana passada.

Enfim, é quando me vêm as ideias à cabeça.

Olho Morto, Detective Público

Um caso muito particular

Parte 16

Entrei no escritório e dei com o meu chefe a gritar...

-MAS ONDE RAIO É QUE SE METEU AQUELE ESTAFERMO DO OLHO MORTO?! JÁ VIRAM AS HORAS? JÁ VIRAM AS HORAS? AI MINHA NOSSA SENHORA! E DEPOIS QUEM SE LIXA SOU EU! SEMPRE EU! SE ESTES ATRASOS CONTINUAREM, BEM, NEM SEI O QUE FAÇO A ESSE MALTRAPILHO!...

Ele não se tinha dado conta da minha presença ali, até que eu abri a boca e lá de dentro, saíram estas palavrinhas:

-Precisa de alguma coisa, chefe?

Espantado, olhou para mim e disse:

-Venha ao meu gabinete, depressa!

Ouvi vários burburinhos de fundo. Colegas que diziam «Vai haver bronca!», outros que diziam «Epá! Coitado do Nelo...», e um ou outro que se viraram para mim e disseram «Vai-te a ele pá!». Esta última, interpretei-a, por momentos, de uma forma um po…

Morreu António Feio

A página do “Facebook” de António Feio está inundada de mensagens de pesar e homenagens ao actor, que chegou à consagração junto do grande público com a “Conversa da Treta”, ao lado do amigo José Pedro Gomes.

O actor, de 55 anos, estava internado, havia duas semanas, no hospital da Luz , com um cancro do pâncreas em fase terminal. Durante o dia, largas dezenas de admiradores e amigos passaram pela página do actor no "Facebook" para deixar mensagens de apoio e de força na luta do actor contra a doença.

Não foi suficiente. Faleceu, pouco depois das 23.30 horas, na Unidade de Cuidados Paliativos do Hospital da Luz, em Lisboa.



(In Jornal de Notícias)Fiquei com pena que este grande actor tenha morrido «cedo demais», como disse o Nuno Artur Silva, das Produções Fictícias.

Como sou novinho, apenas apanhei, da carreira dele, as grandes «Tretas» que fazia com o José Pedro Gomes, e também o «Paraíso Filmes», outra grande relíquia da nossa comédia, que repetiu na RTP2 o ano passado e acomp…

Salvem os ricos!

Este sketch, dos (desaparecidos) Contemporâneos, é uma pérola.

Vejam que vale a pena.

E cheio de convidados especiais...

Olé!

E agora, um momento informal do blog.

Sabem da novidade?

Acabaram com as touradas na Catalunha!!!



E esta, hem?

A tourada, lá, é como para nós o fado.

Enfim, eu não sou adepto deste tipo de, hã, entretenimento, não tanto pelo bicho, porque eu não sou nenhum defensor fanático dos animais, embora saiba que o animal sofre um bocado quando está "em palco" (ele leva com aquelas coisas enormes, que magoam. É como levar umas facadas nas costas. Sabe tão bem!). É mais pela tourada em si. Qual é a graça de andar a fugir de um touro, com um lenço para o «fintar», e umas facalhonas enormes para espetar nele(perdoem a minha falta de cultura tauromáquica)?

É claro que respeito os adeptos. Mas gostos são gostos, e como estamos num país livre, a não ser que, sem querer, esteja a escrever isto na Venezuela ou no Paquistão, que é muito provável (a vida dá tantas voltas!)

É parvo. E em Espanha, então, eles divertem-se a soltar os touros para depois acabarem todos feridos, ou mortos. Enfim, que dive…

Sobre o programa...

Já está quase tudo planeado, em relação aos temas abordados e aos convidados dos 10 episódios da segunda série, a estrear em finais deste ano (divulgarei a data quando achar melhor)...esta temporada será, com certeza, melhor que a primeira, e terá muitas coisas novas (que divulgarei quando achar melhor, também. Mais vale prevenir que remediar!)

Ora, eu estou com uma certa dúvida, que tem atormentado a minha mente.

Acham que eu deva manter a música do genérico do programa, ou mudá-la?

Se me quiserem ajudar com este dilema, votem na poll que está no canto superior direito do blog, e cliquem na vossa opção. Se quiserem manter a musiquinha, carregam no «sim», se não quiserem, porque segundo o que vocês pensam, a musiquinha é irritantezinha como o caraçazinhas, mudarei a música que é o tema de abertura da série, e escolherei outro. E assim, a terceira temporada também teria um genérico diferente... talvez. Se este novo genérico tivesse sucesso, mantinha-o. Porque eu já sei qual vai ser o nov…

Atrasadinho...

Não, não estou outra vez a insultar a minha pessoa.

É só porque o capítulo do Olho Morto, saiu atrasadamente hoje.

E porquê?

Porque estive fora estes dias, sem tempo para escrever.

Está bem?

Eu às vezes penso que o policial vai ficar um pouco comprido demais, com todo o material que nele insiro, mas vamos a ver. Depois se verá.

Olho Morto, Detective Público

Um caso muito particular

Parte 15

Em vez de acordar às oito, como era normal em dias de trabalho, acordei às 10.

Quando despertei, exclamei um grande «PORRA!» num magnífico som estéreo, dei um salto inimaginável da cama, daqueles que só conseguimos fazer quando estamos em sarilhos, e dirigi-me rapidamente à casa de banho, para pôr uma boa dose da típica H20, para ver se acordava a 100%.

É nestas alturas que penso que a minha vida podia ser como aquelas séries em que o marido está todo stressado para ir para o emprego e a mulher toda sorridente, já tinha feito o pequeno almoço para ele. E ele dá um beijo à esposa, leva a refeição para tomar no…

Novinho

Já viram a nova apliacação do blog?

Se virem por baixo da linha dos comentários, há uma barrita.

E para que é que ela serve?

Bom, serve para vocês, se for do vosso agrado, partilharem por mail, ou facebook, ou twitter, ou blogger, ou google buzz, as postagens do blog.

E agora, espalhem a palavra!

E se espalharem, podem utilizar a barrita!

Ou então não espalhem.

Enfim, façam como quiserem!

É claro que não é esta aplicaçãozinha que vai dar sucesso ao blog, mas enfim, é colorida e fica bem neste «estaminé».

Contemplem a barrita! CONTEMPLEM-NA!

Coisas que me irritam (n.º 23) - Os E-books

Tinha de escrever sobre esta infame tecnologia, que agora parece que invadiu o mercadozinho internacional.

Eu não percebo como há pessoas que gostam de ler nestas «placas», para não lhes chamar outra coisa, que é um pouco insultuosa.

Foi feito um estudo, em que se comprovou que as pessoas lêem mais devagar nos E-books, do que nos livros normais.

Ah, e depois ainda se admiram que há pirataria! Quer dizer, os vendedores põem à venda os livros na net, para os e-books, que depois podem ser compartilhados com outros E-bookers, à borliu. Depois queixam-se que há a pirataria…

Aliás, eu acho que o E-book só traz desvantagens em relação ao livro, já um instrumento da idade da pedra, para alguns.

Por exemplo, o livro não gasta energia e não precisa de ser recarregado.

Ler através do livro é uma sensação completamente diferente do que ler num computador, por mais sofisticado que ele seja. Eu, fã incondicional de livros, gosto de mexer neles, folhear as páginas, sentir o cheiro a novo (se for o caso),…

Isto é que me dói!

(já vão perceber o significado do título...)

E o que é que o Avô Rui (Uau, de tio passou para avô em poucos dias... suspeito...) tem para vos contar hoje, pobres alminhas?

A minha ida à praia hoje, a primeira deste ano, meus amiguinhos (e amiguinhas, nunca esquecer!).

A Carcavelos, com a minha irmã e suas amigas.

Tanta gente na praia! Fez-me lembrar as cenas dos árabes do «Lawrence da Arábia», vá-se lá saber porquê.

Chegámos lá, tumba! Bandeira vermelha! E eu, que queria tanto matar saudades dos bons banhos marítimos...

Um pouco mais tarde, mais ou menos uma hora depois, já tinha lido boa parte do livro que tinha trazido para me entreter, a bandeira ficou amarela. Iupi! Pensei.

Chapinhei na água, chapinhei tanto!

Mas, é preciso admitir, que as praias lisboetas não são nada comparáveis às algarvias, onde posso saltar, dar cambalhotas, dançar a valsa na água! (OK, estou a exagerar).

Depois de ter ido matar as ditas saudades, fui-me estender de novo ao sol (isto agora lembrou-me da música «Um lug…

O 14.º

E cá veio mais uma parte deste extenso policial (pelo menos eu prevejo que venha a ser).

Parte sem interesse nenhum para a história, mas quando não se tem muita inspiração, é preciso enveredar-se por estas vias.

Olho Morto, Detective Público

Um caso muito particular

Parte 14

Intrigava-me aquela «coisa» que o Rui queria revelar... foi por isso que morreu. Alguém não queria que ele revelasse esse segredo...

Entretanto, lembrei-me de ir ao mail, a ver se a Ana já me tinha mandado o vídeo.

Tinha-o mandado poucos minutos depois de eu ter saído de casa dela. Mas nessa altura lembrei-me que ainda tinha de ir jantar, a barriga estava a dar horas .

Depois de uma lasanha, made in microondas, fiquei demasiado cheio e cansado para continuar a investigar, e decidi ir para a caminha.

Lavei a dentadura, meti-me nos lençóis, e liguei o pequeno televisor do meu quarto, minha grande companheira para me ajudar a chamar o João Pestana.

Tinha começado a ver um bocado de um qualquer CSI, que agora não me recordo qua…

You can call me Al

É o nome de outro grande êxito de Paul Simon, que agora tem-me apetecido ouvir muitas vezes.

No vídeo interpreta também, além do cantor, o comediante Chevy Chase.

Se fossem ver o que significa a letra, ainda melhor1 É muito boa!


Mais irritantes pessoas...

Imagem
Ahahah o Rui trocou as palavras no título do post, que engraçado...

Bom, é só para dizer que acabou de chegar, directamente de não-sei-onde, mais uma edição desta rubrica há tanto desaparecida...

E cá vamos nós, mais 5 pessoas irritantes!

26-Lili Caneças


(não se assustem. Não é um vírus...)

No coments...

Aliás, até vou fazer um...

Esta é outra daquelas que não faz nenhum, só aparece nas revistas como gente chique da socialite, a cara parece de plástico, enfim. É daquelas pessoas que no nosso planeta não está a fazer nada. Ganha milhares de eurinhos para ir fofocar p'rá TV...
Vocês percebem o que quero dizer...
Se não percebem, paciência...
E depois ela ainda se queixa que as pessoas gozem com ela, como aconteceu uma vez num programa do HermanSIC. Ela queixava-se de ter sido gozada, mas quando disse que o Herman estava demasiado ordinário, até tinha verdade.
Ora vejam o momento. Há quem diga que tenha sido encenado, porque ela a seguir na segunda parte lá apareceu para ser entrevistada (que …

Está tudo planeado

Ahahahahah toma toma toma!

Já planeei como será a próxima série do «programa do Mal dizer».

Vai ser um pouquinho melhor que a original (espero), vai ter coisas novas, enfim...

É esperar para ver...

Já tenho a data de estreia...

Mas não vos vou dizer por agora...

É daqui a algum tempinho...

E já sei quando vai ser a terceira série, que será a última!!!

(Eu não devo ter mesmo nada para fazer... tenho de me manter ocupado com coisas destas!)

Bom, fiquem atentos e saberão mais coisitas em breve!!!

Mais um insólitozinho, que só acontece quando está o Ruizinho...

Olá.

Como vos vai a vida?

Melhor que a minha suponho.

Pelo menos, ontem à noite deve ter sido.

Agora, vós deveis estar a pensar «Pronto, lá vem este gajo contar outro insólito que lhe aconteceu para poder ocupar espaço no blog, sem precisar de ter ideias verdadeiramente dele»

Se pensaram nisto, têm razão. Se pensaram em dois camarões a dançarem a polca, pedimos desculpa, isto não é o «Achas que sabes dançar».

Se vieram para este blog redireccionados pelo google porque este sugeria este blog para a vossa pesquisa, intitulada «nudez», façam queixa ao google.

Mas deixem-me então contar-vos o dito «insólito». Deixam? DEIXAM? A SÉRIO? IUPI! OB'IGADO! (voz de criança alegre e feliz, porque as crianças contentam-se com pouco.)

Bom, ontem, eu e os meus Pais, e a minha irmã, íamos todos sair para ir assistir a um daqueles concertos ao ar livre (que no Verão há tanto em abundância) no Chiado.

Ora, a minha Mãe, que tem sempre a mania de dizer «Vou descendo», deixou a sua chave na fechadura do lad…

Another music...

Tenho andado a ouvir esta musica ininterruptamente.

Muito engraçada, não triste demais, como é meu costume.

Fez-me lembrar a bossa nova, sei lá porquê...

E lembra o Verão!

Eu gosto da praia à hora das gaivotas,
quando a maré desce e tudo fica mais calmo...




Como diz um usuário do Youtube, na página de onde tirei o vídeo, Esta obra é genial até ao ponto em que quase se morre de desespero quando temos uma completa vontade de a ouvir e não o poder fazer

Portanto ouçam-na!

FIM

Não, não é outro post em que tenciono enganar os (poucos) leitores do blog que isto vai acabar.

É só para dizer que o Mundial chegou ao fim.

Eu andei um pouco viciado nestes dias, no campeonato do mundo (quem diria que um palerma caixa d'óculos pode interessar-se pelo «esférico que rola sobre a relva», como diria o saudoso José Estebes?). Vi os jogos, vi toda a porcaria de emissões que fizeram sobre tudo e mais alguma coisa lá na África do Sul, com a desculpa de ser na terra do Mundial, comentei muito sobre futebol, enfim.

Mas ontem, já tinha perdido a paciência. Já sabia quem seria o vencedor da partida (como se sucedeu no Euro 2004), e já estava tão cansado, mas tão cansadozinho de toda a parafernália de coisas do Mundial, que decidi ir para o quarto ler. Depois é que foi o jantar, tive de ver o resto da partida.

Achei muito engraçado quando foi o primeiro jogo do Mundial, estava a passar por uma loja de electrodomésticos no Areeiro que tem um plasma enorme na montra, com imensa mal…

Outro capítulozinho...

E cá está.

Mais um.

Que deu o dobro do trabalho porque esta PORCARIA avariou uma vez, e perdi o capítulo todo que tinha acabado de escrever.

Escrevi outra vez, mas acho que não ficou tão bom como o primeiro.

Então, de um capítulo feito com calma, como foi a primeira versão, foi um capítulo feito sobre pressão, para não me tentar esquecer do que tinha escrito.

Em vez de se ter tornado um capítulo calmo, como na primeira versão, na segunda ficou uma reflexão crítica sobre algumas coisas da Internet.

Mas aproveitem!!!

Agora, como devem estar a reparar, tenho escrito pouco. Ora, o blog vai estar um pouquinho parado em termos de posts. Menos, mas vou pondo.

Olho Morto, Detective Público

Um caso muito particular

Parte 13

Cheguei a casa e rapidamente liguei o computador para começar a pesquisa sobre o Rui. Acho que está com algum vírus, porque este grande monte de porcas e parafusos está lento que nem um caracol.

Bom, depois do computador ter feito todas as ligações para estar pronto a ser usado, inseri…

Uau!

Um medley que contém muitos dos grandes genéricos de séries de TV.

Simpsons, Family Guy, Cheers, Two and a half men, That 70's show, OC, X-Files, Big Bang Theory, Scrubs, estão todos lá!

Tocados com grande perícia pelo Freddie Greede, um youtuber, em órgão, guitarra, e um kazoo, que aparece num dos genéricos.

Ouçam que vale a pena!



(é aconselhável que cliquem no título do vídeo para irem direccionados para a página do Youtube porque no blog a imagem aparece a metade)

Vinicius de Moraes morreu há 30 anos...

Hoje passam 30 anos sobre a morte do ‘homem que prometeu amar por toda a vida', o carioca mais baiano, o branco mais preto do Brasil.

Aquele que disse que o uísque era o cachorro engarrafado, o melhor amigo do homem. Vinícius de Moraes, conhecido por amigos e admiradores como O Poetinha.
pode ser definido em uma palavra: intensidade.

Nas amizades, no amor, na poesia, na música, na vida. Foram mais de 400 poemas e letras de música, 12 livros e mais de 40 álbuns. Produção que foi ampliada depois de sua morte, com antologias e regravações feitas por artistas nacionais e internacionais de diversos géneros musicais.


Fonte: Antena 1

Um grande, grande nome da música brasileira, e sem dúvida internacional, que com Tom Jobim e Chico Buarque faz a tripla maravilha da música brasileira, na minha opinião.

Até citei uma frase dele no discurso que fiz na festa de finalistas lá da escola... e toda a gente aplaudiu...

Um nome intemporal, e as suas letras, que originaram músicas de sucesso, como «Tarde …

The last

E cá está ele.

O último programa onde mal-digo.

É especial. Também, é o último! (Por enquanto)... tem a moderada duração de 27 minutos... não se engasguem, é verdade...

Contém algumas surpresas, dignas de um episódio final decente.

Mas talvez o programa volte.

Talvez...

Mas só será para o ano, talvez...

Entretanto, contentem-se com esta temporada, e com o último episódio...

Uma melodia

Peço desculpa se posto no blog demasiadas músicas dos Queen, mas é a minha banda favorita e gosto de mostrar aos meus amigos o que eles são para além dos grandes êxitos que tiveram.

Esta música foi um êxito, na altura, foi lançada depois da morte do Freddie, e foi escrita por ele. Fiz uma pequena referência a ela no último capítulo do Olho Morto que postei, e como gosto de divulgar música, aqui está ela. É muito bonita, e, como eu gosto de dizer, vale a pena ouvir.

25

Ontem, uma das minhas sagas favoritas fez 25 anos do seu nascimento. Pude sabê-lo neste blog.

Estou a falar da contudente trilogia «Back to the future», onde o maluco cientista Doc Emmett Brown, interpretado pelo grande Christopher Lloyd, fazia fantásticas viagens no tempo com o seu amigo Marty McFly, o grande actor Michael J.Fox.

Se nunca viram esta trilogia, vejam-na. Vale a pena. É bom entretenimento, ao contrário de outros filmes também desse tempo.

Se viram, bom para vocês. Acham que eu ia fazer o quê? Dar-vos um prémio? Então enganaram-se!

Para comemorar, a saga vai ser editada pela primeira vez no formato Blu-ray, e de novo em DVD, numa edição espectacular, boa para figurar na estante.

Era bom viajar no tempo, não era?

Eu que o diga...

Mas por enquanto temos de nos vangloriar com este filme de viagens no tempo, para nos fazer pensar como seria se as máquinas para o devido efeito.

Parabéns!

Outro capítulozinho...

Eu sei, que ultimamente tenho dado poucas notícias cá no blog, mas ando a usar muito do espaço da minha criatividade existente no meu cérebro para outras fins, como o último episódio do «Programa do Mal-dizer», e outras coisas exteriores ao blog.

Mas, claro, não me esqueci do capítulo semanal do policial (rimazinha parvazinha... e mais outra rima!)

E cá está ele!

E, como parece que já está a ter algum sucesso, não me posso esquecer de vir cá pôr, semanalmente...

Disfrutén! Como dizem os espanhóis (peço desculpa se estiver mal escrito)

Olho Morto, Detective Público

Um caso muito particular

Parte 12

Não vale a pena contar grandes pormenores desta volta para casa, porque foi normal. Calma, sem percalços. Só a minha mente é que estava ocupada com a misteriosa «coisa» que a Ana tinha para me mostrar. Devia ser importante.

Enquanto isso, o Finório divertia-se a brincar com um palito que tinha tirado do bolso.

Regressámos então à casa da Ana, e desta vez não me enganei no andar. O Finório quis ficar n…