O fim

Caros amigos e leitores,

o blog está na sua fase final.

Vai acabar dentro em breve e depois será apagado.

Desculpem-me, mas eu achei que esta era a melhor altura para acabar com tudo isto.

Eu já disse a várias pessoas desta minha opinião. Todos me perguntaram porque é que eu ia acabar. Depois disseram todos «Ah, está bem». Uns diziam que iam ter saudades, outros não perceberam porque é que eu tinha tomado esta decisão.

Bom, eu também começo a estar farto do blog, sinceramente. Ultimamente, talvez derivado das minhas crises de adolescente, não tive grande criatividade para escrever. Aliás, ultimamente só tenho tido azares. Tinha imensas ideias para posts que ficaram no meu telemóvel antigo que agora não funciona.

Também, nem sei porque é que continuaria a escrever. Enquanto outros blogueiros escrevem um post que só diz «Hoje comi cozido à Portuguesa. Estava muito bom!» e tem logo 2636262 comentários nesse post, eu escrevo posts grandes que 5 ou 6 pessoas lêem.

Mas pronto, quero acabar com o blog.

Aqueles que disserem «Então e o programa?». Bom, o programa, mais uma vez, vai sair atrasado. Vou postá-lo hoje, ou amanhã. Mas também vos digo uma coisa. Há coisas muito mais importantes do que a porcaria de um programa para meia dúzia de pessoas ouvirem. Portanto, este vai ser o último episódio do programa. Não estava previsto, mas pronto.

«E o olho morto?», perguntam outros. Bom, o olho morto também não voltará a ver a luz do dia. Agora deixo-o na gaveta para lá ficar durante muitos anos

Tenho andado um pouco deprimido estes tempos. Sinto-me com uma espécie de Charlie Brown que ninguém gosta (só falta ir estender-me na casota do cão, se tivesse um). Ou então, acho que sou um zé-ninguém. Acho que vou passar o resto da minha vida sozinho, e ser uma pessoa vulgar.

Sinto-me como o Truman, de um filme que vi há dias com o Jim Carrey. Sinto-me um aproveitado. Uma pessoa que os outros só usam para devidas circunstâncias.

Mas eu não queria isso. Eu queria ser diferente! Queria ser conhecido!

Mas como ninguém me dá oportunidades para isso, porque sempre que faço algo novo há alguém que critica.

Portanto, o blog acaba aqui.

Não volta.

The end.

Eu matei o meu «filho», se é assim que querem que eu diga.

Venho cá só postar mais um episódio do programa, o último, como já referi, e daqui a uns dias apago o blog. E com ele vão todos os posts que escrevi.

A sério! Deixei de ter paciência para preocupar-me demasiado com o blog, portanto, decidi acabá-lo. Talvez a crise existencialista por que estou a passar seja a culpada desta decisão.

Às poucas pessoas que liam este blog, peço-lhes desculpa.
Às muitas pessoas que não tiveram pachorra para o ler, também não perderam muito. Talvez tenha sido melhor terem ido fazer outras coisas

Quando apagar o blog, irão com ele todos os posts que aqui escrevi, vão-se perder todos.

Peço que tentem compreender a minha decisão.

Agora, para perceberem mesmo o que eu quis fazer com este post, por favor cliquem nesta linha. Peço-vos.

Até qualquer altura, talvez até nunca,

Rui «Traste Velho» Sousa

Comentários

  1. Anónimo3/6/10 12:56

    Rui rui rui.... Não sejas tótó. Tives-te este tempo todo a escrever coisas neste blogue e agora vais acabá-lo só porque "pensas" que estás com uma depressão. Não sejas tansoooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo não á necessidade de acabares com este blogue. Não há.

    ResponderEliminar
  2. entao, o que é que achas que o Pinóquio (com O NARIZ GRANDE, é preciso notar) está ali a fazer? Think, man!

    ResponderEliminar
  3. Já sabia da tua decisão antes de ler este post e continuo sem perceber o porque desta decisao, sempre gostei das coisas que tu escreves, e acho que sim, que es diferente e que um dia vais ser MUITO conhecido, todos nos(tu sabes quem sao) vao fazer por isso!!!! Eu acho que n devias acabar com o blog mas a decisao e tua e nos temos de a aceitar (ate porque nao ha muita escolha nao e?) enfim...ja chega de escrever...vou ter saudades deste blog...

    ResponderEliminar
  4. OMG! Não perceberam que isto era uma piada?

    ResponderEliminar
  5. Odeiote rui! Enganasteme...--'

    ResponderEliminar
  6. eheheheh nada! Agr tou xateada ctg =(

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Se chegaram até aqui e tiverem alguma mensagem, crítica, ou opinação a fazer em relação ao que acabaram de ler, façam o favor de o escrever aqui. A gerência agradece e responde (se não forem nenhum príncipe da Malásia que tem 10 milhões de dólares para me oferecer, claro).