sexta-feira, 2 de abril de 2010

5 formatos de filmes que serão sempre sucessos de bilheteira

Muitas pessoas, em vez de irem ver filmes de qualidade, vão ver filmes um bocado da treta, que depois se tornam sucessos de bilheteira.

E os tipos de filmes que essas pessoas vão ver ao cinema são:

-Comédias românticas
Geralmente, as histórias destes filmes remetem para a estupidez.
Ai e tal, é um casal e depois aparecem os amigos só para atrapalhar.
É sempre a mesma coisa.
Sempre.

-Filmes com animais
Na maior parte dos casos, os espectadores vão ver estes filmes porque «Oh, não são fofinhos? Que ternurentos. Oh, tão fofos que são. Ai que vou desmaiar de tanta fofura».
E parece ser um formato inesgotável!
Já vi filmes com cães a jogarem rugby basquetebol e a deslizarem na neve, macacos a jogarem hóquei em patins, cães que são super heróis ou que conseguem derrotar uns malvados (que nem são tão malvados), e mais recentemente, com porquinhos da índia que tem uma força G.
Aliás, a Disney adora este formato. Já deve ter feito para aí uns 53830292726 filmes só com animais, de todas as formas e feitios.

-Filmes de tiros (ratatatatatatatata!!!)
Rambo, Terminator, mais Rambo, mais Terminator...
São sempre sucessos garantidos.
Muito sangue (a fingir), metralhadoras e muitos gritos (provavelmente são misturas de som) são os ingredientes principais de um bom filme de tiros, para ser um grande sucesso de bilheteira.
E também o facto de os matadores não falarem direito, ou seja, têm dificuldades na fala. Coitadinhos.
E agora andam com a mania de ressuscitar os matadores, hem?
Rambo voltou, mas talvez no seu próximo regresso, ele talvez não ande à porrada com comunistas, mas sim com o pacemaker.
E o Terminator voltou, também. Mas o Schwazzenegger não apareceu muito, pelo que me contaram.
Talvez o Terminator estivesse ocupado em acabar... com a poluição na Califórnia. (pensavam que eu ia dizer que ele ia matar alguém, pois enganaram-se ó fanáticos de violência! Vão mas é ao médico tratarem-se. Ouvi dizer que um bom par de estalos faz maravilhas... Peço desculpa, desta vez exagerei um bocadinho).

-Musicais
lalalalalalalalala.
olarilolé.
Quem é que não se lembra do fanatismo pelos ABBA que se espalhou pelo mundo inteiro, e que fez com que a discografia desta banda estivesse nos altos pódios dos tops de vendas durantes quase 2 anos?
E foi tudo por causa... de um musical.
«Mamma mia», de seu nome, que, na minha opinião, é parvo e ponto final.

Sim, minhas senhoras e meus senhores (mais senhoras que senhores, porque o meu blog é mais lido pelo público feminino. E ainda bem!)
Quando se pensava que os musicais eram coisa do passado, que já ninguém os podia ver à frente, eis que chega o (inesperado e não-esperado) regresso dos filmes com dezenas de músicas e uma história que nem vai por aí além!

-Filmes pornográficos
Ui! Destes nem se fala!
Ouvi dizer que em Portugal, estes filmes fazem maravilhas!
Aliás, o filme mais visto de sempre em Portugal é pornográfico!
E o segundo também.
Mas, entre filmes pornográficos e aquelas tretas de filmes experimentais que 20 e tal pessoas vão ver, não há assim grande variedade de cinema português.

3 comentários:

  1. olá....és capaz de teres razão,....será que tens mesmo razão em questão dos filmes pornográficos serem os mais vistos em Portugal? se for assim então imagina a quantidade de visitas por dia aos sites pornográficos!! xD lool

    ResponderEliminar
  2. Anónimo2/4/10 23:39

    os filmes pornograficos de portugal sao uma treta, a soraia chaves mostra algumas vezes as mamas esse filme é logo considerado de extrema pornografia, nada disso. um filme porografico, mesmo filme pornografico tem que ter sexo, vaginas, suor, sexo, mas e sexo que depois passe mesmo nas imagens e nao dizerem que vão fazer sexo pra depois so voltarem a aparecer quando tinham acabado de o fazer!!!!!!

    ResponderEliminar
  3. E se o Anónimo tivesse coragem, punha o seu nome aqui...
    Não é só falar, é mostrar a cara, também...

    ResponderEliminar

Se chegaram até aqui e tiverem alguma mensagem, crítica, ou opinação a fazer em relação ao que acabaram de ler, façam o favor de o escrever aqui. A gerência agradece e responde (se não forem nenhum príncipe da Malásia que tem 10 milhões de dólares para me oferecer, claro).