Uma opinião que vos vai deixar completamente indiferentes...

Ao visitar o blog de uma colega de escola e ler o post mais recente, que é sobre o positivismo, gostava de deixar já agora a minha opinião sobre o assunto abordado aqui no blog (já deixei lá nos comentários do blog, mas pronto.)
Acho que as pessoas não podem ser positivas ou negativas. Têm é de acreditar que conseguem chegar mais longe. E também de terem a capacidade para verem no que erraram no passado, para não voltarem a errar no futuro.
Dou-vos o meu exemplo. Eu sou um pessimista de primeira. E, quando sou positivo, corre-me tudo ao contrário. Não se é preciso ser optimista. É preciso ter confiança naquilo em que acreditamos e fazemos (isto já está a parecer o anúncio do Banif, «a força de acreditar», que ainda hoje não percebi o que é que aquilo tem a haver com o banco em questão).

E pronto. Mas aconselhava que, antes de lerem isto, leiam primeiro o blog da Sara, minha colega de turma, depois leiam isto, e já vão perceber tudo. É como as sagas do cinema. Para se perceber tem de se ver primeiro o original, e depois as sequelazitas, como é o caso deste meu postzito, sequela do post da Sara.

Comentários