quinta-feira, 16 de julho de 2009

Lá vem o caixa d'óculos outra vez!


Não é que eu não o seja também (referindo-me ao caixa d'óculos)...

E hoje estreou em 29 países (incluindo Portugal) o antepenúltimo filme da saga Harry Potter, Harry Potter e o príncipe misterioso. Era só para avisar os mais distraídos, está bem?
Eu não simpatizo muito com este rapaz e com o seu inimigo com calvície do Voldemort, mas não me importava de, hahem, conhecer a Emma Watson, a suposta Hermione... não é má... vá lá, não levem a mal...
Segundo os rumores que se ouvem por aí, o Papa achou graça ao filme e que no filme foram utilizados efeitos especiais para «rejuvenescer» os actores, para não ficarem tão velhos (no filme, se não me engano, eles têm 16 anos, enquanto que na realidade, já têm quase uma vintena de anos, upa upa) e que o filme vai ser o mais rentável da saga até agora.
E tudo isto para quê?
Para depois no final aparecer um tipo a dizer «Ai eu sou o príncipe» e puf... (desculpem se vos contei o final do filme. É claro que os maníacos do HP vão andar atrás de mim com tochas para acabar com o pouco cabelo que me resta, mas sendo sincero, acho que o final deste sexto episódio da saga é BASTANTE previsível).
Se querem que vos diga NÃO ESTOU COM MAIS PACIÊNCIA PARA ESTE MIÚDO! Ao princípio, fiquei vidrado com o primeiro e segundo filme, mas depois... puf! Com um passe de mágica, a magia do HP para mim, desapareceu.
Mas pronto. Há pessoas que estão preparadas para mais 150 minutos de filme...

Uma crónica Rui Sousa

Antes de acabar, ponho aqui o trailer, está bom?
Foi postado por um amigo meu, que assim tem mais exibições...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Se chegaram até aqui e tiverem alguma mensagem, crítica, ou opinação a fazer em relação ao que acabaram de ler, façam o favor de o escrever aqui. A gerência agradece e responde (se não forem nenhum príncipe da Malásia que tem 10 milhões de dólares para me oferecer, claro).